Política

“Para ter unidade, PT precisa ouvir a militância”, diz Suíca sobre candidatura em Salvador

15 de Janeiro de 2020 -Redação Pernambués agora
[“Para ter unidade, PT precisa ouvir a militância”, diz Suíca sobre candidatura em Salvador]

O vereador soteropolitano, vice-líder da oposição na Câmara, Luiz Carlos Suíca (PT), é um dos políticos que defende a participação da militância na escolha do nome petista para disputar o Palácio Tomé de Souza contra o carlismo em outubro deste ano

De acordo com ele, o partido deve fortalecer o mecanismo que faz da sigla a mais democrática do país. “Não existe outro partido com as diretrizes do PT, e defendo prévias para que a militância seja ouvida. Para ter unidade, o PT precisa ouvir seus filiados, a cidade precisa ser movimentada”, aponta Suíca.

Nesta terça-feira (14), o parlamentar, que atua como apresentador do programa ‘De Olho na Cidade”, na TV Baiana, entrevistou o também vereador Moisés Rocha (PT), um dos nomes cotados para ser pré-candidato a prefeito de Salvador. Entretanto, durante a entrevista, Moisés informou que retirou o nome para fortalecer a base petista e também defendeu prévias no PT da capital. Defensor da campanha ‘Eu quero ela’, em referência a uma candidatura negra em Salvador, Rocha explica o porquê de retirar o nome.

“Meu nome representa a maioria da população de Salvador, que é negra. E conseguimos uma posição de destaque, a campanha ganhou corpo e hoje temos um caminho de luta...Declino para seguirmos com duas candidaturas de mulheres negras. Se temos candidaturas negras e de mulheres, é melhor ainda. E, por isso, não tem por que eu seguir com a minha. Dessa forma não vamos convergir. Cumpri minha missão e permaneço na luta. Vamos lutar para ocupar espaços de destaques na sociedade”, aponta Moisés.

Comentários

Outras Notícias

[Suíca lamenta esvaziamento da Mudança do Garcia]
Bahia

Suíca lamenta esvaziamento da Mudança do Garcia

24 de Fevereiro de 2020

Frequentador assíduo da Mudança do Garcia, manifestação popular tradicional das segundas-feiras do Carnaval de Salvador, o vereador Luiz Carlos Suíca (PT) lamentou o esvaziamento da festa este ano, o que atribuiu à falta de uma coordenação comum, com a participação dos diversos setores envolvidos

[Diretor da Arsal anuncia aumento de tarifa na passagem de ônibus]
Bahia

Diretor da Arsal anuncia aumento de tarifa na passagem de ônibus

24 de Fevereiro de 2020

O deretor-presidente da Agência Reguladora e Fiscalizadora dos Serviços Públicos (Arsal), Almir Melo, anunciou nesse domingo (23) o novo preço das passagens de ônibus

[Cerca de 100 crianças se divertem com bailinho em centro de acolhimento]
Bahia

Cerca de 100 crianças se divertem com bailinho em centro de acolhimento

24 de Fevereiro de 2020

A tarde desta segunda-feira (24) foi recheada de brincadeira, música, fantasia e diversão com o bailinho infantil do Centro de Acolhimento, Aprendizagem e Convivência (CAAC) da Escola Municipal Osvaldo Cruz, no Rio Vermelho

[Circuito Mestre Bimba faz Nordeste de Amaralina ferver no Carnaval]
Bahia

Circuito Mestre Bimba faz Nordeste de Amaralina ferver no Carnaval

24 de Fevereiro de 2020

Na Rua Mestre Bimba, que dá nome a um dos circuitos carnavalescos de Salvador, no Nordeste de Amaralina, diversas famílias acompanham o vai e vem dos minitrios

[Suíca critica concentração do carnaval na Barra e falta de patrocínio de marcas a blocos afros]
Bahia

Suíca critica concentração do carnaval na Barra e falta de patrocínio de marcas a blocos afros

23 de Fevereiro de 2020

O esvaziamento do circuito Campo Grande e a falta de patrocínio de grandes marcas a blocos afros foram críticas do vereador Luiz Carlos Suíca (PT), neste domingo (23) de carnaval, em Salvador

[Suíca critica aumento da tarifa de ônibus em Salvador durante carnaval no Nordeste de Amaralina]
Economia

Suíca critica aumento da tarifa de ônibus em Salvador durante carnaval no Nordeste de Amaralina

23 de Fevereiro de 2020

“Um acordo entre a prefeitura e empresários. O aumento da tarifa é abusivo e não representa a atual realidade do país, do estado e do município, que lidera os índices de desemprego”