Política

Suíca defende autonomia dos estados durante pandemia e critica Bolsonaro: “Chega de desmando”

22 de Março de 2020 -Vitor Fernades
[Suíca defende autonomia dos estados durante pandemia e critica Bolsonaro: “Chega de desmando”]

O vereador e vice-líder da oposição na Câmara de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), defendeu neste domingo (22) a autonomia dos estados brasileiros durante o período de pandemia.

Ele explica que os fechamentos de estradas federais e aeroportos são fundamentais para conter o mortal vírus que se espalha freneticamente pelo planeta. Suíca ainda cobra ações efetivas do governo federal e o fim da relativização da culpa e da perseguição. “Chega de Desmando. Bolsonaro trouxe um avião cheio de coronavírus depois de ir para um encontro desnecessário com Trump nos Estados Unidos. Aí, para tirar o dele da reta, mandou os filhotes dizerem que a culpa é da China. A culpa é dele que contaminou o ceio do governo brasileiro”.

Suíca ainda defendeu a atuação do governador Rui Costa (PT) e o prefeito ACM Neto (DEM). Ambos os políticos, segundo o edil, deixaram as diferenças de lado e têm atuado para proteger a população. “Leitos de UTIs estão sendo criados, unidades estão sendo reabertas para o uso de toda a estrutura para receber os casos mais graves da doença. A Covid-19 mata diariamente. Itália já teve mais de 4 mil mortos, superou a China em vítimas fatais. Precisamos cumprir a quarentena e cuidar do povo pobre e de periferia que não tem assistência médica, alguns nunca tiveram contato com um médico. Temos de cuidar da população de rua, dos nosso idosos e das crianças”, frisa o parlamentar.

A atuação dos trabalhadores de limpeza urbana também foi defendida pelo edil soteropolitano. Suíca destaca o trabalho nos 417 municípios da Bahia e considera fundamental a manutenção dos profissionais com toda a proteção contra o novo coronavírus. “Esse vírus gosta de sujeira. Precisamos manter as cidades, a casa e fazer higiene pessoal constantemente. Em período de chuva a situação também deve ser considerada preocupante, já que com vento e umidade o vírus circula com mais facilidade. Não é uma gripezinha como Bolsonaro disse, é um problema respiratório gravíssimo e tem matado muita gente pelo mundo”, completa.

Comentários

Outras Notícias

[Embasa realiza serviço de reparo em rua de Pernambués ]
Bahia

Embasa realiza serviço de reparo em rua de Pernambués

12 de Agosto de 2020

Na tarde desta quarta- Feira (12), a Embasa realizou o serviço de reparo na Rua Arariguaia, em Pernambués

[Avó de Michelle Bolsonaro morre por complicações do coronavírus]
Brasil

Avó de Michelle Bolsonaro morre por complicações do coronavírus

12 de Agosto de 2020

A avó materna da primeira-dama Michelle Bolsonaro, Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 81 anos morreu hoje (12) em decorrência das complicações do coronavírus

[Rua de Pernambués passa por requalificação asfáltica ]
Bahia

Rua de Pernambués passa por requalificação asfáltica

12 de Agosto de 2020

A rua Santa Clara, localizado em Pernambués, passou por requalificação asfáltica, na noite da última terça-feira (11)

[Ainda sem Gilberto, Bahia estreia no Brasileirão contra o Coritiba nesta quarta]
Esportes

Ainda sem Gilberto, Bahia estreia no Brasileirão contra o Coritiba nesta quarta

12 de Agosto de 2020

Depois de ter a estreia contra o Botafogo adiada por causa da final do Baianão, o Bahia entra em campo pela primeira vez hoje (12) para disputar o Campeonato Brasileiro 2020

[OAB-BA retoma parcialmente atividades presenciais a partir de 17 de agosto]
Justiça

OAB-BA retoma parcialmente atividades presenciais a partir de 17 de agosto

12 de Agosto de 2020

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Bahia anunciou que vai retomar as atividades a partir da próxima segunda-feira (17), com reabertura gradual da sede

[Eleições 2020: Pré-candidatos devem se afastar das atividades em rádio e TV]
Política

Eleições 2020: Pré-candidatos devem se afastar das atividades em rádio e TV

12 de Agosto de 2020

A partir desta terça-feira (11) os pré-candidatos das Eleições Municipais de 2020 que participem ou apresentem programas de rádio e televisão deverão se afastar das suas atividades